Reeducação alimentar

young-woman-looking-at-unhealthy-foodsDurante toda nossa vida, principalmente na infância, somos ensinados a comer bem, com qualidade, a saborear bons alimentos, verduras e nos livrarmos das gorduras e guloseimas; no entanto crescemos e começamos a nos deparar com uma vida totalmente atribulada em que os enlatados, os industrializados, os congelados são muitos mais íntimos em nossa mesa que o famoso arroz com feijão.

Quando ficamos mais velhos nos deparamos com os resultados de uma vida ao meio dos congelados, começa a aparecer hipertensão, colesterol alto, diabete e até mesmo o sobrepeso e então tomamos consciência da suma importância, que na infância foi ensinado, da boa alimentação e começamos a correr contra o tempo e buscar reverter anos de enlatados, gordura e besteira para uma saúde e qualidade de vida melhor.

E então é aí que conhecemos a famosa reeducação alimentar que por vias é conhecida como o ‘segredo’, ‘milagre’ para emagrecer e ter uma vida saudável sem o efeito sanfona; no entanto este termo nos é ensinado erroneamente, pois na verdade reeducação alimenta nada mais é que a mudança nos hábitos alimentares, como assim? É simplesmente trocar alguns alimentos, comer em horários mais precisos, comer menos certas coisas, mas sem deixar fora o que faz parte da sua cultura, é reeducar sua alimentação.

Reeducação alimentar não é dieta, vale ressaltar isto, pois muitas pessoas creem que seja uma dieta e que será só por um tempo; contudo não é isto, mas sim uma forma de se alimentar melhor que você levará para sempre na sua vida. Reeducar sua alimentação não é deixar de comer tudo, ao contrário é ensinar a você comer tudo de forma correta, equilibrada sem exageros.

O principio de tudo é consultar um médico, procurar um nutricionista, afinal o que serve para um talvez não sirva para o outro, devemos levar em conta o estilo de vida, a rotina, o histórico médico e as condições de saúde do individuo. Contudo podemos citar algumas mudanças que é básico e serve para todos, como por exemplo:

  • Beber 2 litros de água por dia.
  • Incluir frutas, verdura, legumes e integrais nas refeições.
  • Evitar fast-food, refrigerantes, industrializados.
  • Evitar gordura, como queijo amarelo, manteiga, fritura, carnes gorda. Comer em horário certos, se possível em 3 em 3 horas.
  • Comer doces em controle.
  • E fazer exercícios, a importância da prática de exercícios para se obter uma vida mais saudável; longe do sedentarismo.

c9b47940_e

Também podemos trocar alguns alimentos que tem as mesmas coisas em um e em outro no qual o organismo necessita, no entanto mais saudáveis. Abaixo uma tabela de substituição alimentar.

Contudo o segredo é a variedade, comer cada dia coisa diferente de forma diferente.

Mudar os hábitos não é uma tarefa fácil, o trabalho é árduo; mas a força de vontade para a mudança e para uma vida melhor é maior. O esforço vale a pena e o resultado também.

E o mais importante, tenha prazer, faça com prazer que toda dificuldade se tornará ao seu olhar mais fácil. Boa sorte!

Lista de alimentos com lactose

dairy-produc_2013103110172378A intolerância à lactose pode ser muito mais comum do que você imagina. Há estudos que indicam que no país, cerca de 40% da população tenha algum tipo de intolerância. Às vezes, só acontece durante um estágio na infância, porém, isso pode se alastrar pela vida toda. É claro que há níveis diferentes de intolerância e nem todas as pessoas apresentam a intolerância em todos os alimentos que possuem lactose.

E o que essas pessoas com intolerância sentem? Quais as reações? Elas podem ser muitas e também podem variar de pessoa para pessoa. Quando alguém com intolerância à lactose faz o consumo de algo com leite pode sofrer de reações como a diarreia, dores de estômago graves, gases, entre outros vários incômodos.

Todo mundo deve se cuidar

A verdade é que todos nós sofremos com um pouco de intolerância à lactose. Você quer um exemplo simples que comprova isso? Se você comer algo demais, certamente terá problemas de estômago. Claro que isto pode variar em cada indivíduo, mas algum mal o excesso vai causar – e isso é um exemplo de intolerância.

Por isso, devemos ficar sempre atentos aos alimentos que consumimos, pois, a qualquer momento, podemos ter alguma reação indesejada. E isso vale para qualquer alimento, mesmo àqueles que não possuem a lactose – mas o foco desse nosso artigo é a intolerância à lactose.

E qual a lista de alimentos com lactose?

Seja qual for o seu nível de intolerância, separamos uma lista de alimentos com lactose para você ter cuidado e evita-los.

Qualquer alimento que é um derivado de leite contém lactose. Por exemplo: todos os queijos, cremes, molhos brancos, manteiga, leite evaporado, sorvete, iogurte entre muitos outros. É claro que alguns contêm mais lactose do que outros e também não podemos esquecer que há níveis diferentes de intolerância – uns podem ter mais intolerância a um alimento específico e outros não.

laticinios

Outros alimentos que você deve evitar, pois podem conter leite (e derivados) em sua composição são: sopas, cremes e purês, pão, gratinados, bolos, molhos e temperos, chocolate ao leite . O que você deve sempre fazer é verificar a embalagem do alimento antes de consumi-lo – e aos poucos você vai conhecendo quais são aqueles que realmente fazem mal para você.

Lembre-se também de evitar: proteína de leite, bactérias de ácido láctico no leite e amido.

Entendo que pode ser muito frustrante tanta privação, mas acredite, com o tempo, você estará super acostumado e saberá lidar com as restrições. Há diversas receitas e opções de pratos sem lactose que são deliciosos.

Aplicativo Q48

Q48-AplicativoPensar em emagrecer em pouco tempo, quem é que não pensa, mas como fazer é a questão.

Para quem pratica atividade física está ficando cada vez mais popular o Q48, eles são exercícios físicos focado em alta intensidade e o melhor de tudo, você pode fazer em casa.

Alternando as práticas dia sim e dia não, você pode perder aquela barriguinha, esse método foi criado pelo Personal Trainer Vinicius Possebon, especialista em emagrecimento.

Se você tem preguiça de ir na academia, não tem tempo de ir treinar ou mesmo fazer aquela caminhada, Q48 é ideal para você, a pratica não precisa de peso, irá usar apenas o seu corpo como peso.

O Q48 é dividido em 3 ciclos:

  1. Iniciante e sedentários: o método ensina o corpo a queimar gorduras, mesmo em repouso, pois acelera seu metabolismo, o primeiro ciclo dura 2 semanas.
  2. Intermediário: a duração é maior, 3 semanas, nessa etapa você percebe os resultado e perda de medida, ficando mais esbelto, melhorando os músculos.
  3. Avançado: esse ciclo tem duração de 3 semanas, nesse período reduzir peso é mais fácil e ainda fica mais aparente, facilitando chegar no peso ideal.

Pensando nisso foi criado um aplicativo do Q48 para você, vamos explicar como funciona:

Quando você inicia o aplicativo tem três ícones na tela:

  • Um relógio, tipo timer, para ver suas listas
  • Uma estrela para quem quer adquirir o programa.
  • Q48 para conhecer o programa.

app-q48

Agora vamos aprender a montar o programa:

  1. Clique no Q48
  2. Clique em montar atividade: nesse caso escolha o que vai fazer, aquecimento, agachamento, abdominal
  3. Definir ciclo: quantas vezes vai fazer essa atividade num roteiro.
  4. Depois defina um intervalo: entre um exercício e outro, para mudar de posição, respirar em fim.
  5. Após isso defina a intensidade da atividade, se é baixa, modera ou intensa.
  6. Duração da atividade, quanto tempo irá fazer o exercício.
  7. Após isso salvar.

Caso queira adicionar mais atividade dentro de um mesmo hits, basta ir adicionando, do mesmo jeito, ao concluir salve a lista.

Quando iniciar a atividade com o tempo determinado, faltando 5 segundos para mudar ele avisa na tela, para que esteja preparado.

Ao trocar de exercício você ouvira um bibe bem alto, até concluir a sequência e chegar no intervalo.

Logo em seguida ele faz outro bipe e começa os hits conforme configurou.

Lembrando que quando quiser iniciar um treino deverá cria-lo novamente, por exemplo, se você criar um aquecimento com 3 tempos e 3 atividades, esse ficará salvo, se quiser fazer mais atividades deverá criar novo.

Com o passar do uso, você terá todos os treinos montados facilitando seus futuros exercícios.

A tela fica bloqueada e para desbloquear só clicar no cadeado duas vezes e pronto a tela do celular está disponível de novo.

Travesseiro Anti-Alérgico – Qual a importância desse travesseiro?

ArquivoExibirQuem tem rinite sabe o que é sofrer com poeirinhas que acabam se transformando em uma tremenda alergia. Para essas pessoas foi criado pela “indústria do sono” o travesseiro antialérgico, um produto que recebe tratamento antiácaro que auxilia no combate das mais diversas sensibilidades respiratórias. Alguns deles têm até canais internos de circulação de ar, que deixa a temperatura do travesseiro menor do que a do corpo e previne possíveis odores decorrentes do suor, além de manter a higiene do produto em dia.

Quem tem rinite pode usar um travesseiro normal, contanto que tenha capa impermeabilizante, mas optar por um antialérgico é sempre garantia de sucesso. O investimento para o travesseiro especial é mais alto do que para um comum, mas vale a pena por respeitar as especificidades de cada situação respiratória diferente. Alguns fabricantes, inclusive, só entregam travesseiro antialérgico mediante encomenda, e o produto personalizado acaba se tornando o ideal para quem precisa driblar os problemas chatos que resultam, principalmente, dos hábitos durante o sono.

Mas assim como o travesseiro usual, o antialérgico também precisa de cuidados constantes de higiene e limpeza para continuar sendo uma boa escolha, para quem tem ou não rinite ou problemas similares. Algumas dicas travesseiro são lavá-los a cada seis meses com água e sabão neutro e limpar a capa impermeabilizante a cada quinze dias. Usá-los dos dois lados também é uma boa dica para quem quer ter o produto com a ergonomia perfeita, e respeitar a vida útil do travesseiro, que geralmente é de dois anos, também pode ajudar a combater problemas crônicos causados pelo jeito errado de dormir.

11_TravesseiroAlto

Na hora de procurar por um travesseiro antialérgico, faça a pesquisa completa e, se for o caso, volte para casa com roupa de cama antialérgica, que também ajuda no processo de tratamento das doenças respiratórias. O custo de um travesseiro antialérgico é em média de R$50,00 e os principais modelos são vendidos nas lojas especializadas de todo o país. A dica é pesquisar pelas melhores marcas, ver e rever o custo-benefício e não abrir mão desse “luxo” que pode acabar sendo um grande aliado para a sua saúde e seu sono.

Quais os alimentos que podem auxiliar contra a queda de cabelo

Alimentos Benéficos Contra a Queda de CabeloPerder fios de cabelos é algo normal e natural, o problema é quando isso começa acontecer em excesso o que pode acabar levando a calvície. A falta de uma dieta balanceada pode agravar uma situação que seria genética no caso da calvície ou levar a queda de cabelo constante. A falta de nutrientes no organismo prejudica a vida dos fios assim como do couro cabeludo. Excesso de sebo e falta de vitaminas levam os cabelos a caírem. Os fios são constituídos de basicamente de proteína e queratina. Consumir alimentos proteicos como iogurte, frango, carne bovina sem gordura e soja ajudam a evitar a queda, assim como outros alimentos.

Alimentos para ajudar a evitar a queda de cabelo

Consumir alimentos ricos em vitaminas do complexo B é o primeiro passo, ela ajuda a fortalecer os fios e melhorar a produção de melanina e queratina. Espinafre, nozes, leite, grão de bico, alimentos integrais são ricos nesta vitamina. Cenoura e abóbora são alimentos ricos em betacaroteno, este nutriente é essencial para manutenção dos fios, ajuda na vitalidade e possui antioxidantes que evita a estresse oxidativo um dos principais fatores para queda de cabelo.

Aveia, arroz integral e outros cereais integrais possuem vitaminas do complexo B e zinco, a combinação destes nutrientes favorece a multiplicação de células que fortalecem os fios e ajudam o cabelo a crescer. O zinco pode ajudar a controlar os hormônios que podem levar a queda dos fios e pode também evitar a queda acelerada do cabelo. Uma dica é troca massas e pães comuns pelos fabricados com farinha integral.

Ainda no cardápio de quem deseja evitar a queda dos fios de cabelo devem estar feijão e folhas verdes escuras, o motivo é que estes alimentos são ricos em ferro e ele é essencial para normalizar a situação do cabelo. Consumir frutas ricas em vitaminas C aumenta a captação do ferro pelo corpo. A queda do cabelo pode ter origem inflamatório, gengibre, cúrcuma, pimenta são alimentos anti-inflamatórios e por isso devem ser consumidos com moderação.

Alimentos-queda-de-cabelos

Castanhas, amêndoas, nozes, e outras oleaginosas são ricas em Vitamina E e zinco. O zinco como já foi visto é importante para saúde dos cabelos, e a vitamina E tem ação antioxidante o que diminui os radicais livres causados por fatores como estresse e poluição. Os radicais livres também podem potencializar a queda capilar por isso é importante remediar.

Como pode ser visto uma alimentação saudável e balanceada é essencial para evitar a queda dos cabelos e de quebra ainda ajuda o organismo a se manter mais saudável. Para perceber o efeito da boa alimentação nos fios é necessário esperar ao menos três meses.

É Proibido Fumar!

parar-de-fumarO tabaco é responsável por uma série de doenças. Ficar exposto a todas toxinas presentes na fumaça gera uma infinidade de problemas para saúde, problemas que podem se apresentar no pulmão, evoluindo para doenças cardiovasculares.

São inúmeros avisos e campanhas para alertar os malefícios do cigarro para a vida do fumante. Mas não custa utilizar o espaço do site para informar, mais uma vez, sobre todos os problemas decorrentes dessa droga. Como foi dito acima, o fumante pode sofrer com doenças cardiovasculares, listamos alguns desse efeitos:

  • acidente vascular cerebral;
  • ataque cardíaco;
  • angina de peito;
  • arterites dos membros inferiores;
  • gangrena;
  • aneurisma da aorta abdominal;
  • hipertensão;
  • aterosclerose;
  • alterações do ritmo cardíaco isquêmico;
  • morte súbita.

E engana-se quem pensa que os efeitos listados acima são apenas em pessoas mais velhas. Até mesmo os fumantes mais novos, que tiveram uma exposição menor às toxinas, podem sofrer qualquer uma dessas consequências. Vale reforçar: O tabagismo é a causa de mais da metade das mortes por doenças cardiovasculares.

Câncer provocado pelo cigarro

O tabagismo é responsável por mais de 30% de todas as mortes por câncer. E o câncer de pulmão não escolhe idade. Assim como os problemas cardiovasculares, o câncer provocado pelo cigarro mata cada vez mais jovens que acreditam estar imunes, pelo menos agora, dos malefícios do tabagismo. Além disso, o câncer de pulmão não escolhe quem ele ataca, independente se o fumante é homem e mulher.

Além do câncer de pulmão, outros tipos de câncer podem se desenvolver por conta do uso intenso do cigarro. Veja:

  • Câncer de laringe;
  • Câncer de esôfago;
  • Câncer gástrico;
  • Câncer no pâncreas;
  • Câncer do colo do útero em mulheres jovens;
  • Câncer de bexiga;
  • Câncer do rim e do trato urinário;
  • Certos tipos leucemias.

Também tem as doenças respiratórias

proibido-fumar_2498191

O número de fumantes que morrem por conta de doenças respiratórias aumenta a cada ano. Entre os principais tipos de doenças respiratórias causadas pelo cigarro, estão:

  • insuficiência respiratória;
  • enfisema pulmonar;
  • bronquite crônica;
  • infecções de ouvido agudas, traqueia, brônquios e pulmão.

Essas doenças podem começar sem que o fumante perceba e, ao se instalar, pode ser tarde de mais. Tudo pode começar com uma simples crise de tosse, evoluindo para falta de ar e bronquite. Após isso, o quadro pode evoluir para doenças bronco pulmonares. Em todos esses casos citados, o tabagismo é o principal fator de risco. Quem sofre com qualquer uma dessas doença citadas  passa por longos períodos de deficiência, que são caracterizados por dispneia progressiva.

São tantos malefícios que o usuário do tabaco enfrenta que a pergunta que fazemos é: “O que você está esperando para começar a parar?” É claro que entendemos que o fumante é um viciado que precisa de ajuda para largar o vício, porém, ajuda existe, basta que a vontade parta de quem precisa se livrar do problema, no caso, o fumante. Se você vive esse dilema, procure compreender que você tem muito mais a ganhar largando o cigarro. Começa agora mesmo essa batalha e tenha uma nova vida!